Quarta-feira, 22 de Outubro de 2008

Recruta. Mafra 1959

Era assim o início do Serviço Militar. Número e ano do soldado recruta João Baptista

1º dia em Mafra: corte do cabelo, fardamento e equipamento e a fotografia.

Escadaria do Convento de Mafra. Os soldados recrutas muito aprumadosMarcha final da recruta.

 

Tentei recordar os sentimentos vividos nesta altura e encontrei alguma dificuldade em descrever. O Seviço Militar era obrigatório e para a nossa geração, bem aceito porque fazia parte da nossa formação e preparação para a vida. A cultura da disciplina que vivemos em nada modificou a nossa maneira de ser e de pensar porque fomos educados a respeitar e saudar Portugal como Nação. A idéia que hoje se vive de que fomos obrigados por temer represálias é uma falácia muito ao geito de quem não gosta de cumprir regras ou leis. Não custa recordar a alegria demonstrada pelos mancebos que na altura da inspecção militar eram aprovados para todo serviço; era  para além de uma passagem para o homem, o reconhecimento saudável  mental e físico.Claro que houve alguns que conseguiram passar ao lado desta obrigação com a desculpa que era um tempo perdido. Não acrdito que tenham ganhos na sua vida superiores aos que cumpriram.

publicado por fulacunda às 15:02
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Chegada a Vila Real

. Assim foi notícia

. Bolama 1962

. Resultados da 1ª chamada

. Tabanca em 1961

. Recruta. Mafra 1959

. Rumo a Fulacunda 65/67

. Companhia de Caçadores 15...

. Companhia de Caçadores 15...

. Missão cumprida 1

.arquivos

. Maio 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Abril 2007

. Março 2007

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.favorito

. 1ª Chamada

blogs SAPO

.subscrever feeds